+55 (11) 2103-4545contato@virtualgate.com.br

Black Friday apresentou retração de 15,6% no fluxo de pessoas no varejo físico

A Black Friday em 2015 apresentou retração de 15,6% em relação a 2014 no fluxo de pessoas no varejo físico. Os dados são referentes à semana que antecedeu a data e mostram crescimento de 115% entre quinta e sexta-feira, com redução entre sexta-feira e domingo. Os números são da Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de tráfego de pessoas em lojas de varejo.

De acordo com a apuração, as semanas da Black Friday de 2014 e 2015 demonstram similaridade no fluxo de segunda à quinta feira. As maiores reduções ocorreram nas comparações da sexta-feira e do sábado, com mais de 16% de queda em cada um desses dias quando comparado ao mesmo período do ano passado.

O Sudeste foi onde ocorreu a maior redução (-18,3%) entre sexta-feira e domingo de 2015 em relação a 2014, seguido pelo Centro-oeste (-15,9%).

Na opinião de Caio Camargo, diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate, este ano foi a consolidação do varejo físico na data promocional.

– O trabalho do comércio eletrônico foi mais intensificado durante a semana, o Black Week, o que pode ter antecipado as vendas do período. O varejo físico trabalhou de maneira mais forte o Black Weekend, estendendo a Black Friday pelo final de semana. Isso pode ter sido determinante na diferença do desempenho entre os dois segmentos – destaca o executivo.

Ele lembra ainda que os números apurados são referentes a movimento de pessoas:

– Falar que tivemos menos pessoas nas lojas, não significa que o faturamento caiu. Sem dúvida, a Black Friday provocou oferta e procura. Entretanto, o momento econômico não favoreceu a ida das pessoas em lojas. O consumidor ainda está receoso – completa.

A base analisada levou em consideração evolução média de fluxo diário das lojas que possuíram contagem de fluxo entre o período da Black Friday 2014 (24 a 30 de novembro de 2014) e o período de 2015 (23 a 29 de novembro de 2015), não considerando a divisão por segmentação, com variação percentual no dia sobre dia anterior e variação média do período.