+55 (11) 2103-4545contato@virtualgate.com.br

Fluxo de clientes cai 6,8% em 2015

O ano de 2015 registrou redução de 6,8% se comparado a 2014, em relação ao fluxo de pessoas no varejo físico. O último trimestre de 2015, que poderia auxiliar na recuperação do ano, foi o que registrou a segunda maior queda, ficando atrás do segundo trimestre com 7,7% a menos em comparação com 2014. Os números são da Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de tráfego de pessoas em lojas de varejo.

fechamento1

 Os dados mostram também que a região Sul foi a que registrou a maior redução durante 2015 em relação ao ano anterior.

fechamento 2

A curva de flutuação mensal de fluxo de 2015 manteve-se similar a do ano anterior em quase todos os meses. Além disso, o percentual de crescimento de dezembro de 2015 em relação ao mês anterior foi maior que o registrado no mesmo comparativo de 2014, motivado pela curva ascendente de novembro de 2015 ter sido menor que o mesmo mês de 2014.

fechamento3

Embora os dois últimos anos tenha mostrado curva de flutuação de fluxo similar, o ano de 2015 registrou menor fluxo que o anterior em todos os meses, com variações entre 2,8% (como em julho) a mais de 10% (como em novembro).

fechamento4

De acordo com Caio Camargo, diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate, o resultado do fluxo menor de pessoas no varejo físico em 2015 é consequência da recessão que o país vem enfrentando. “Os consumidores estão mais cautelosos e esse cenário foi influenciado pelo aumento da taxa de juros, da inflação, escassez de crédito e o desempenho do emprego e da renda”, afirma Camargo.

A base analisada conta com mais de 1200 pontos de medições (lojas) adota a Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE, na sua versão mais atual 2.0, ponto de referencia Base 100 = Janeiro de cada ano para comparativos anuais, e Base = 100 primeiro mês analisado no comparativo mês a mês.

 

Leia Mais

Período Natalino de 2015 registrou redução de 8,5% em relação ao fluxo de pessoas no varejo físico

Dezembro registrou redução de 8,5% se comparado a 2014, em relação ao fluxo de pessoas no varejo físico. A terceira semana de dezembro registrou queda de 10% em relação ao mesmo período de 2014. Os números são da Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de tráfego de pessoas em lojas de varejo.

 icv natal 1

icv natal2

Os dados mostram também que as regiões Centro Oeste e Nordeste registraram as maiores quedas de fluxos no comparativo do Natal de 2015 com o mesmo período em 2014. Os finais de semana (sexta-feira a domingo) foram os que registraram maiores diferenças entre o fluxo de 2015 em comparação com o ano anterior, além disso, nos fins de semana de dezembro de 2015 ocorreram as maiores reduções de fluxo se comparado a 2014.

icv natal3

icv natal 4

 

De acordo com Caio Camargo, diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate, apesar do otimismo dos consumidores, muitos ainda estão cautelosos por se tratar de um ano em que o país enfrenta uma recessão. “O atual cenário de alta do dólar e dos juros fez com que os consumidores passassem a pesquisar ainda mais os preços e, apesar de mais precavidos, a maioria apostou nas promoções e na antecipação das compras de Natal”, afirma o executivo.

 

A base analisada conta com mais de 1200 pontos de medições (lojas), adota da Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE, na sua versão mais atual 2.0, ponto de referencia Base 100 = Janeiro de cada ano para comparativos anuais, e Base = 100 primeiro mês analisado no comparativo mês a mês.

 

Leia Mais

Black Friday apresentou retração de 15,6% no fluxo de pessoas no varejo físico

A Black Friday em 2015 apresentou retração de 15,6% em relação a 2014 no fluxo de pessoas no varejo físico. Os dados são referentes à semana que antecedeu a data e mostram crescimento de 115% entre quinta e sexta-feira, com redução entre sexta-feira e domingo. Os números são da Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de tráfego de pessoas em lojas de varejo.

De acordo com a apuração, as semanas da Black Friday de 2014 e 2015 demonstram similaridade no fluxo de segunda à quinta feira. As maiores reduções ocorreram nas comparações da sexta-feira e do sábado, com mais de 16% de queda em cada um desses dias quando comparado ao mesmo período do ano passado.

O Sudeste foi onde ocorreu a maior redução (-18,3%) entre sexta-feira e domingo de 2015 em relação a 2014, seguido pelo Centro-oeste (-15,9%).

Na opinião de Caio Camargo, diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate, este ano foi a consolidação do varejo físico na data promocional.

– O trabalho do comércio eletrônico foi mais intensificado durante a semana, o Black Week, o que pode ter antecipado as vendas do período. O varejo físico trabalhou de maneira mais forte o Black Weekend, estendendo a Black Friday pelo final de semana. Isso pode ter sido determinante na diferença do desempenho entre os dois segmentos – destaca o executivo.

Ele lembra ainda que os números apurados são referentes a movimento de pessoas:

– Falar que tivemos menos pessoas nas lojas, não significa que o faturamento caiu. Sem dúvida, a Black Friday provocou oferta e procura. Entretanto, o momento econômico não favoreceu a ida das pessoas em lojas. O consumidor ainda está receoso – completa.

A base analisada levou em consideração evolução média de fluxo diário das lojas que possuíram contagem de fluxo entre o período da Black Friday 2014 (24 a 30 de novembro de 2014) e o período de 2015 (23 a 29 de novembro de 2015), não considerando a divisão por segmentação, com variação percentual no dia sobre dia anterior e variação média do período.

Leia Mais